terça-feira, 15 de junho de 2010

Me dando conta

Foto de André Baliú

O que fazer quando os sonhos resolvem acontecer todos ao mesmo tempo? Parece que se reuniram num dia ensolarado, tomando uma geladinha, comendo churrasco e felizes com a vida que eu idealizei para eles, sairam em bando, batucando um samba de roda, me carregando como em procissão pela rua.

O que fazer com um bando de sonhos reunidos, alegres, saltitando em minha frente e me fazendo rir? Ainda estou atônito seguindo a correnteza veloz, como um turbilhão, uma enchente, uma alucinada multidão numa quinta-feira de carnaval.

Sem tempo para comemorações, sem muito tempo para digerir e absorver tudo o que acontece de vez, me vejo as vezes travado, com medo, sem saber o que decidir. É bom, é bom, é bom... repito inúmeras vezes como numa prece. Obrigado, obrigado, obrigado... insisto para que a vida me ouça e não se canse de mim que ando cansado, mas muito feliz e nem me dei conta disso ainda.

Acho que estou chegando lá!

6 comentários:

Bípede Falante disse...

Brinde a vida e a ti mesmo, que se está assim com tantos sonhos aninhando-se nos braços é porque foi capaz de criá-los.

Gerana Damulakis disse...

Faça exatamente o que vc está fazendo, ou seja, ter sempre a consciência de que está feliz.

Dani Hristov disse...

Enquanto puder curta todos eles, afinal não é sempre que se transformam em realidade...

Bjcas colors

lucidreira disse...

De onde menos se espera, é que sai e acontece as coisas boas da vida.
Perseverança, amor e otimismo, com isso, tudo se conquista.
Abraço

Lidi disse...

Sonhe, agradeça, sorria!
Um beijo, Edu.

karina rabinovitz disse...

que bom ler uma coisa dessas!!
viva!