domingo, 27 de junho de 2010

Café requentado

Cheguei a pouco do centro de Londres, parei no computador para descarregar a máquina fotográfica e resolvi escolher uma musiquinha brasileira para festejar. Da minha lista de opções, escolhi Martinália. Ela ficou cantando gostoso para mim enquanto eu lia emails, arrumava a bagunça do quarto e de repente começou:

Benditas coisas que eu não sei
Os lugares onde não fui
Os gostos que não provei......

Lembrei que publiquei esta música no final de 2009, celebrando as novidades do ano que viria. Não é que 2010 me proporcionou uma surpresa maravilhosa e agora eu ando provando coisas que não sei e sentindo novos gostos, novos cheiros, vendo imagens maravilhosas e criando outras tantas?

Estou parecendo aquela pessoa que serve café requentado, falando sobre o mesmo velho assunto, chata, conversa de bêbado, mas é impossível não insistir no tema e me desculpem se pareço que falo sozinho, deve ser isso mesmo. Ando a me beliscar para ver se é verdade.

Não tenho aquele perfil de achar tudo de fora maravilhoso, nem sou o melhor dos turistas, porque acho um saco visitar os cartões postais e não me interessa muito os lugares, sou adepto da observação das pessoas e a diversidade aqui é tão alucinante que me faz pensar na complexidade do humano e isso já riqueza demais, um caldo muito grosso.

*A música Benditas é uma composição de Martinália e Zélia Duncan

5 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Também prefiro observar as pessoas.

Bernardo Guimarães disse...

aproveite TUDO e se possível, conte pra gente; vou conhecer essa cidade em setembro e ando atrás de dicas!
a palavra de hj é:
parevi

Bípede Falante disse...

O caldo que vale a pena, que ninguém deve perder, esteja quente, morno ou frio.

- Luli Facciolla - disse...

Vá aproveitando cada coisinha!
E não se preocupe se a conversa parecer chata: a proposta não é um Monólogo? hehehehe
A gente gosta, garanto!

Beijo

Chorik disse...

Opa! Café requentado não. Está mais para algumas comidas que ficam melhores no dia seguinte!