quinta-feira, 19 de agosto de 2010

in-VEJA

Pintura: Márcia Berenguer Cabral



A inveja vai minando nossas forças.  in-VEJA!

Veja só, estou no meu canto, fazendo minhas coisas e o outro se incomoda com minhas conquistas, com minha vitória. Lança um olhar que diz tudo de sua frustração, de seu desgosto por não conseguir avança. Quer ocupar outro lugar, outro corpo, outro ambiente. Quer o que é do outro. Acaba sem ter nada de seu.

Mesmo aquele que já tem quer mais por ser do outro. A inveja vai destruindo amizades, relações. A inveja é a não auto-estima.

Veja o quanto trabalhei para chegar até aqui. Veja o que sofri para conquistar este pedacinho de pão. Veja o quanto rodei para alcançar o alcancei. Não quis nada que não fosse meu, não desejei o desejo do outro. Segui a minha estrada em várias companhias, mas só segui a minha trilha.

Não queira um atalho que não foi feito pro seu caminhar. Não queira o meu pão, meu tecido, minha saúde, meu amor.

Meus aplausos não serão seus.

* texto meio troncho para evitar os olhos gordos que estão por ai. Um texto como quem faz uma carranca.

6 comentários:

Bernardo Guimarães disse...

sai, olho gordo, arreda!

- Luli Facciolla - disse...

Vixe amigo!
Banho de sal grosso já!!!

Gerana Damulakis disse...

Êta coisa inútil a inveja.
Gostei do in Veja, bem interessante.

Chorik disse...

Postagem contra olho-gordo. Primeira vez que eu vi isso! rs

Marcio Nicolau disse...

Visite este espaco, sugiro: http://minhavozmeucaminho.blogspot.com/

Moniz Fiappo disse...

Xopotô!!!