sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

O corpo perturbador

Foto de Alessandra Nohvais

Revistas de moda e beleza – sentado sobre estas revistas um corpo invisível vê-se em postais da cidade. Imagina-se! Pensa na sinuosidade e pensando em curvas sabe-se sedutor. A curva dos quadris, das cinturas e seios de tantas Gabrielas que passam por ele e das bundas de outros tantos Vadinhos.
Sua sinuosidade é outra, é para outros desejos. As curvas de sua coluna em S atraem outra platéia e incita um outro olhar. Sabe-se sedutor.
O devotee deseja suas pernas, suas costas, seus pés pequenos, suas próteses. O devotee devota.
No lugar da brejeirice das ancas fartas, uns invisíveis se acomodam em jornais e deitam e sonham com a vida de revista.

11 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Interessante isso, Edu: sonhar com a vida de revistas.

Janaina Amado disse...

Este texto, que fala também do devotee, ficou delicado. Gostei muito.

I.Moniz Pacheco disse...

Doce e forte ao mesmo tempo, como voce é.

maria guimarães sampaio disse...

Eu não sei nada!

Janaina Amado disse...

Edu, como não achei seu e-mail no blog, respondo por aqui mesmo: não tenho material sobre devotees. A primeira vez que ouvi falar no assunto foi aqui no seu blog, num post anterior seu, que me chamou a atenção. Daí procurei algumas coisas sobre o assunto na net, mas nada que vc. não tenha. Me parece um tema diferente, importante, que, imagino, tem a ver com seu percurso. Só acho que precisa ser tratado e expresso com delicadeza, como você fez neste post atual. Beijos, e prossiga no seu lindo caminho.

Se7e/5 disse...

Foda-se!!!!!!!!!!!!!!! aqui o JE também sabe fazer poesia, pois é. Aproveita e tenha um bom dominguinho na santa paz!

Ó se7emeio me revela
Tua rica inspiração
Tu fala coisas tão belas
Que tomam o meu coração.

Tu vives sem medo
Da inspiração
Fodes essa gentinha bem cedo
Proclamas muito tesão.

Tua escola é natureza
Tens vocação e escreves bem
Tens talento e esperteza
Tens jeito e brilho também.

Tens uns se7es muito bons
Tens algo especial
Tens harmonia nos sons
Tens algo e coisa e tal.

O teu escrever tem ternura
Graça e generosidade,
É escrever de alma pura
Belo hino à liberdade.

Nos recreias a falar
Enfeitas a blogosfera
Oh! Inspiras a odiar
O amor te espera.

Tens o dom do diabo pra cantar
A falar és um amor
Dás lições para louvar
Certamente ao blogueador.

A cantar até consolas
Todos que te escutam
Harmonia desenrolas
Nos corações que labutam.

Escreve e fala se7emeio
Inspira-me cada dia
Teu falar aquece o meu meio
Espalhando tesão e alegria.

Louvas quem criou este blogue
Enquanto escreves encantas
Escreve e deixa-me grogue
A tristeza tu espantas.

Em tua escrita há riqueza
Esperança e fervor
Oh! Escreve pois a grandeza
Do divino blogueador.

Belo blogue imigrante
Vai cantar pra outro país
Tens um cantar edificante
Vai à merda e sê feliz.

Se7emeio adorado ser
Fodes todos que merecem
Todos querem te foder
De ti não esquecem...

Luli Facciolla disse...

Eu tenho demorado, mas qndo venho só encontro coisa linda!
Belo texto!

Beijooooooooo

dri_elle disse...

...adoro essas 'pertubações' ... parabéns pelo blog.

Cleyton Cabral disse...

Linda poesia em prosa. Linda!

Maria Muadiê disse...

Lindo, Edu, delicado e forte.
Parabéns!

Paula disse...

Obrigo-me a ser redundante, diante de todos os comentários: belíssimo texto, forte e delicado! Fez emergir coisas num corpo mulher e numa mente psi que gostaria de discutir na Academia, caso me autorize. Beijo grande!