terça-feira, 19 de janeiro de 2010

As marmotas da paixão

Wlson veio do sul para a Bahia curtir as bem merecidas férias. Wilson não é um rapaz charmoso, morenoaltobonitoesensual. Wilson é uma menina franzina, baixinha, com olhos brilhantes de quem conhece a vida há pouco tempo. Viveu o deslumbre com o sol escaldante, os corpos quase nus, o bronze, a cervejinha gelada toda hora e a roska dobrada do bar da esquina.
Wilson se juntou com outros tantos Wilsons que andam por aqui e curtiu a vida a doidado. Curtia, mas chegava em casa chorando, olhos mareados da salgada tristeza dos amores de verão.
"Calma, meu velho, vir a Bahia e não curtir um amor assim é a mesma coisa de não ter vindo" eu dizia tentando acalmar a menina.
Lembro que eu também vivi um amor assim, um verão que se prolongou em dois longos invernos, sendo eu a cidade abandonada por um amor do sul.
A paixão bate como flash de retrato em ponto turístico a noite, mas depois apaga na mesma velocidade que aparece e precisamos entender que tudo não passa de uma viagem. Que aquele momento é eterno, mas não duradouro. Que tudo é verdadeiro e intenso, mas passa. Wilson custou a entender. Desde a primeira semana se encatava com as meninas dos bares, dos botecos, dos violões... Wilson cantou lindamente para uma delas que não quis mais conta depois da primeira noitada. "Farei uma música para você". "Não quero", respondeu a jumenta na despedida.
Eu que não sei nada da vida, repeti para Wilson: "é verão, Wilson, e o que interessa aqui é beijar na boca. No verão não existe fila para andar, corremos num arrastão".
Enfim, Wilson voltou ontem para sua cidade fria e cinza, com sorriso lindo na cara, o sol brilhando intenso no peito, agendando o retorno para o próximo Dezembro. Havia passado uma noite inesquecível com uma baixinha como ela. Apaixonada terminará a música para outra pessoa. Aquela música que o primeiro encontro recusou.

"e quem um dia irá dizer que não existe razão pras coisas feitas pelo coração
e quem um dia irá dizer que não existe razão?"
Trecho da música Eduardo e Mônica - Legião Urbana

*o título deste post é em homenagem a uma amiga querida que me deixou aqui na Bahia e voltou para minha Sumpalo cheia de amor. Nós brincamos de escrever uma novela sobre os amores de verão e o título seria esse. Quem sabe ano que vem no horário das 6h da rede Globo?

15 comentários:

Anônimo disse...

Hahaha...que texto misturado de tristeza e alegria! Já chorei no primeiro capítulo das Marmotas da Paixão, imagine o que vai ser o restante dessa novela. Eu pago, viu. Hahaha...A-do-rei!

Cleyton Cabral disse...

Adorei tbm!

Fernando L disse...

Adorei tbm, fofo, simples e sensível ^^

Gerana Damulakis disse...

Muito bacana, Edu. E adorei o "morenoaltobonitosensual".

Cléa disse...

Tô aqui morrendo de rir, apesar do dissabor da personagem!!! Creio que a novela será sucesso de público e crítica. Acho também que posso contribuir com alguns capítulos!!!! hahahahahaha...
Wilson paga viu??!!!hahahahaha

Ed Moraes disse...

Sem dúvida nenhuma, marmotas da paixão será gravada pela record ou Sbt

Luli Facciolla disse...

Saudade da porra!

Beijo

Bonecaria disse...

amei...

I.Moniz Pacheco disse...

Os amores de verão foram bem definidos por voce: feitos para durar aquele tempo, no máximo.
Ai daquele que pensa para sempre!
Posso fazer uma pontinha na sua novela?

Chorik disse...

Putz, gostei de tudo, do título, da história, da estória. Amores de verão às vezes sobem a serra. E se precisar de uma gueixa na novela, tamos aí para mostrar nossa falta de talento na interpretação do teatro kabuki. rs

Angelica disse...

Olá Edú!!!Eu sempre venho ao seu blog que foi indicadíssimo por Fau Govas. Adoro suas coisas,e dessa vez tive coragem de comentar... Amei a novela, Tomara que Wilson seja muito feliz, por que tenho certeza que ela é uma linda menina, sensível, e legal, espero que seja mesmo uma ficção, não acredito que essa parte " do não quero musica" exista assim dessa forma, não queria acreditar que tem alguém tão desencantador qu fale assim com alguém.

Um Beijo, e parabéns! seu blog é lindo!

Lud disse...

Noooooooossa!!! Amores de verão, amooooooo... Muito bom.

Pompom Prates disse...

ADOREI, Edu! Essa novela tem que tem um núcleo no zoológico, afinal tem marmotas, jumentas, formigas...
olha uma marmota aqui, que bonitinha:
http://isadoesntringabel.files.wordpress.com/2009/02/marmota.jpg
hahahahahaha

Edu O. disse...

Adorei a marmota Pompom, obrigado. Obrigado a todos pela participação na novela

maria guimarães sampaio disse...

Eu, atrasada, a ler o primeiro capítulo depois do segundo. Gosto.