terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Ao marinheiro de lá

Foto de Edu O.


Adeus ao amor do marinheiro de lá

Sem mar, sem barco

Sem o amor que agora é meu

E sempre será

O amor de Santos

Amor de Todos

Todos os santos o protejam agora sem mim

Sem mim, onde estará?

4 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

Ê Edu! Linda foto, lindo poema. Você é o tal. Beijos de Maria (a gente se vê sábado?)

Maria Muadiê disse...

belo, Edu!

Gerana Damulakis disse...

Bacana mesmo, Edu. Bjo grande.

Chorik disse...

Foto linda mesmo. Poema de amor. Meus preferidos, quando estou bem.