sábado, 11 de julho de 2009

A minha parte

Colagem de Edu O.

A vida pulou do meu peito
E saiu pelo mundo
Arrastando-me pelo braço
Desesperadamente
Às vezes eu tropeçava
Eu quase caia
Mas a vida me salvava
Me erguia
E eu ansioso, amedrontado
Nada entendia
E a vida quase a soluçar
Sorria
Queria mostrar-me
Um mundo novo
Levando-me pela estação do tempo
Jogou-me no primeiro bonde
E a partir daí
Eu escolheria onde descer
Desde então
A vida deixou-se ser levada por mim
Eu, agora, sou responsável por nós dois!
Ela já fez sua parte
Eu que faça a minha


6 comentários:

Conceição disse...

Na madrugada produz-se muita coisa boa.
Gostei!

Bernardo Guimarães disse...

que bonito,edu,bonito, bonito de tudo!...

Renata Belmonte disse...

Muito bonito!!!!
bjs

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

tua poesia é forte é vigorosa

Andréia M. G. disse...

Muito bom! A-D-O-R-E-I. Bj

guilhermina, (ataulfo) e convidados disse...

então é assim: na madrugada, monólogo
na vida: colóquio.

muito boa esta história...
bj
Guilhermina