terça-feira, 2 de setembro de 2008

História da lágrima muda

"Ontem o ônibus de volta para casa, passou por um lugar estranho, uma cidade pequena, as ruas vazias às seis da tarde, e pensei em nós, não sei por qual motivo, mas as ruas, as casas, os poucos viventes na rua deserta, me fizeram lembrar você. Pensei em como todos os lugares onde você não está, parecem com aquela cidadezinha. Meus olhos foram se entristecendo e do coração caiu uma lágrima muda. Itatim é o nome da cidade."
Nei Lima

Um comentário:

saudadedetu disse...

Conheço esta lágrima, ela anda passeando em muitos olhos e andou a me visitar também. Engraçado é como ela resolve aparecer em circunstâncias diferentes para cada uma de suas "vítimas". A mim... ela aparece sempre numa cidade de ruas cheias, muitos (sobre)viventes e de uma alegria quase insuportável... mas a mudez é a mesma.
E eis que ela me apareceu agora... e sei que aparecerá muitas vezes depois que eu partir, porque o que a motiva é sempre a falta. Sempre estaremos a sentir falta não é?