terça-feira, 2 de setembro de 2008

Este espelho meu


Odeio sentar aqui para reclamar do tempo, ou melhor, da falta dele.


Hoje não quero reclamar, mas justificar minha ausência em mim mesmo, porque este blog nada mais é do que eu mesmo. Aliás, nada que faço não sou eu. Que coisa que está ficando confusa, hein?!!!!


Bem, o que quero dizer, e isso é para mim mesmo, me justificar comigo mesmo, chorar no meu próprio ombro, chorar as pitangas de não estar assíduo na tarefa de me refletir, de fazer essa terapia virtual.


É uma pena não poder acessar os blogs amigos, as palavras e imagens tão enriquecedoras e prazerosas.


A vida é assim, ganhando de um lado e perdendo de outro, para depois mudar tudo de novo.


Vim aqui me refletir, olhar este meu espelho e não gostei da cara que vi. Amassada, cansada, barbuda e quase chorosa. Vou dormir e amanhã se acordar, já de barba feita e café tomado, sento para rir de mim.


Boa noite!!!

5 comentários:

Bernardo Guimarães disse...

Nada como uma boa noite de sono profundo. Vá dormir e volte melhor.Eu cá te espero, estou sentindo falta.
Ah! de dança, eu gosto. Um pouco.hehehe...quem não gosta mermo é a Renata Belmonte de "Vestigios da Senhorita B".
Abração e té manhã.

maria guimarães sampaio disse...

um excelente good naight, querido edu. E uma mais que excelente BOM-DIA!!!!

Luli Facciolla disse...

Ei! Vem mesmo!
A gente sente falta de ver você neste espelho!!!

Beijos

Palavras e co-lirius disse...

Oi, vc me fez pensar em minha condição e obrigação de escrever...na verdade não é bem uma obrigação, mas uma exigência...minha "infeliz falta de tempo" não me deixa escrever com mais freqüência no blog.
Parabéns pelos textos e idéias reflexivas,
até mais.
Nilson

Katinha disse...

Edu querido,
Vc não imagina o qto o seu blog me prende... Não posso mais ficar sem passear por aqui.
Muitos beijos.
Katinha