quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Os bonecos de Deus (uma conversa com um menino de 7 anos)

Deus é um cara tão esquisito!
Ele mora lá em cima, no 21° andar, na cobertura do prédio, mas eu nunca o vi. Dizem que ele é bem bacana, mas não sei não, nunca conversei com ele.
Minha mãe manda eu rezar para Deus toda noite. Eu fico pensando como é que ele consegue me ouvir falando tão baixo daqui, se ele está lá em cima? Ele tem é ouvido de tuberculoso! E quando eu faço alguma coisa feia, minha mãe diz que Deus briga. Por mim... Ele não é meu pai!
Falando nisso, meu pai é que é esperto, já foi lá na casa de Deus várias vezes, tomar vinho com ele. Meu pai nunca me levou! Eu queria ir para comer aquele biscoitinho redondo que meu pai diz que come também.
Outro dia fiquei sentado na escada para ver a cara de Deus e os bonequinhos que ele faz.
Dizem que ele quem fez a gente!
Então nós somos os bonecos de Deus, né?
No domingo fui para a igreja. Minha mãe me mostrou o filho de Deus. Eu dei tanta risada... ele estava nu, pendurado numa cruz. Eu achei ele bonito!
Não entendi direito, Deus é novo para ter um filho velho desse!
Eu nem fiquei com pena dele nem nada, porque minha mãe me contou que ele morreu na cruz e depois viveu de novo. Ele nunca veio aqui no prédio, deve ser muito ocupado esse filho de Deus!
Na igreja não é ele de verdade, é o boneco que fizeram dele, né?
Minha irmã tem a boneca de Xuxa, da Eliana e tem a Barbie que eu não sei de quem ela é.
O mais bonito, mesmo, é o boneco do filho de Deus. Pelo menos tem sangue escorrendo, igual quando a gente toma uma queda e fica todo ralado.
Vou pedir para minha mãe comprar um boneco de Deus para eu ficar brincando. Será que ele é muito caro?
Eu já vi um na casa dos outros o boneco pendurado na parede. Vou falar para minha irmã pendurar as bonecas dela também. Fica bonito!
Ah! E no dia que faltou luz aqui no prédio e o negócio que faz o elevador funcionar quebrou, todo mundo ficou lá embaixo esperando. O porteiro disse que Deus subiu de escada, aliás, que mesmo com o elevador funcionando ele sobe de escada. Eu acho que ele é louco!
Me contaram uma coisa que eu não acreditei: que Deus pede dinheiro para os outros. Que as pessoas pagam a comida de Deus, a casa de Deus e até as roupas de Deus! Por que será que ele não trabalha, fica pedindo?
Ah! Não! Ele trabalha! Eu esqueci que ele fica fazendo gente! É bem criativo! Tem tanta gente, uma diferente da outra! Pena que ele não faz todo mundo feliz!
Aquela moça que dorme ali na esquina fica com frio e com fome todo dia. Eu vi na televisão uma porção de criança barriguda chorando de fome, outra velha chorando porque estava doente e tinham matado o filho que cuidava dela.
Eu quase ia bater na casa de Deus para perguntar a ele se ele estava cego ou surdo, se não assiste a televisão e se não ia tomar providência! Um amiguinho meu que não deixou, porque senão Deus briga e castiga quem briga com ele.
Mas tem tanta gente rica, que podia dividir o dinheiro mais certinho e aí não ia ter tanta pobreza, tanta gente ruim que rouba e mata.
Deus me livre!
Eu estou falando isso com meus pensamentos, será que ele ouve os pensamentos?
Ih! Estão batendo na porta, será que é Deus que veio brigar comigo?
Oh, Deus! Eu só estou pensando, não é tão sério assim, não!
Se você quiser, o Senhor, eu posso rezar ajoelhado a tarde toda e dou 10% de minha mesada para você me perdoar!

2 comentários:

Anônimo disse...

lindo, como tudo o que escreve... como pode tanta criatividade as03:58 hs da madrugada? bjs se cuida

lara paes.

Fau disse...

E aí,Deus criou o homem...Os tais bonequinhos de Deus,"gente"!
Foi aí que começou a dar tudo no que deu!rs
Beijo,se cuida!
FGovas