terça-feira, 12 de agosto de 2008

Filosofia da vaca

Podem me chamar de egoísta, podem dizer que é uma visão limitada e que o mundo está assim por pensamentos como este, mas eu que atirei pedra na cruz e que estou para enlouquecer a ponto de sair jogando pedra, confesso que não estou nem aí para as pedrinhas portuguesas que todo mundo anda defendendo agora.

Estou escrevendo inspirado pelo blog de Miro que pede para votarmos contra a retirada das pedrinhas. Eu não estou com pena delas, aliás estou até achando bom.

Como escrevi num comentário para este amigo, disse que tenho que pensar em mim, já que nesta cidade d'Oxum meu grito é mudo e mesmo assim sigo gritando sozinho, não vou brigar porque estão tirando umas pedrinhas do meu caminho. Minha bunda agradece, assim como economizarei na manutenção da cadeira de rodas que me é tão útil.

Estou como vaca para as pedras. Desculpem, sei que estou num tom agressivo, mas Salvador é agressiva comigo diariamente. Ela me atira pedras o tempo todo. Acho que a orla ficará feia, reconheço todas as questões que levantam, mas para ser sincero.... ah vocês já sabem.

Salvador anda feia e enterrada há muito tempo. Não serão os granitos que a transformarão em mausoléu. Os defuntos não nos abandonam e o fantasma da falta de educação cresce assustadoramente. Então, vou defender minha parte nesse latifúndio e deslizar tranquilamente até o porto e ver o pôr do sol que ainda continua lindo.

7 comentários:

Maria Paternostro disse...

Quando Miro me mandou o e-mail das pedrinhas, antes de votar resolví ler "pq concordar" e "pq ñ concordar", e, no "pa concordar" imediatamente lembrei de vc. Que dilema eu estou! PQP Libra adora uma dúvida!

patriciacorreia01 disse...

Edu, estou de acordo com a retirada das pedras,por causa dos sapatos de salto, elas acabam om eles!!! Tomo cada Tropeço... beijos

Gica Rodrigues - designer. disse...

Edu, estou visitando seu blog pela primeira vez!! Vim atraída por você e pela discussão deliciosa da retirada dessas malditas pedras!!
Eu tbm sou de acordo que elas saiam... Fodam-se os romanticos... elas até que alimentavam meu TOC (Transtorno Obssessivo Compulsivo)
ORA AS PEDRAS BRANCAS ORA AS PEDRAS PRETAS...

***
Salvador aliás, tem em seu histórico uma infinidade de armadilhas urbanas tombadas pelo IPHAN!! Isso é pra mim o maior atestado de estupidez, em se tratando de cuidado e preocupação com a população. Acho até surpreendente que o IPHAN não tenha tombado o patrimônio romântico das calçadas de pedras portuguesas...O diagnóstico das calçadas ainda assim é o mínimo, porque vejam, o exemplo pior está nos casarões seculares no centro da cidade, Comércio e Centro histórico.
Estamos esmagados num sanduiche de perigos vindos do chão e das alturas, aonde quer que passemos nesses lugares!Uma cidade que permite a ladeira da Montanha continuar no estado em que está... Que faz vistas grossas aos roubos e depredações da igreja da Conceição da Praia e tantas outras... que não se incomoda com as ruínas caindo sobre nossas cabeças e espera o pior acontecer pra depois remediar (lembram da Fonte nova?)
Pois, eu também concordo que vai ficar mais feio e descaracterizado, mas eu, que não usava mais salto alto por causa dessas malditas pedras, agora vou agradecer CORRENDO E NUM SALTO 15!!!

Edilson disse...

Querido e amado amigo
gostaria de dizer antes de mais nada, que não estou por dentro da discussão sobre as pedrinhas Portuguesas.
Porém conheço muito bem as pedras que atiram sobre sua liberdade e expressão como cidadão e seus direitos, e por isso escrevo aqui.
Antes de discutimos questões estéticas sobre a arquitetura da cidade, poderíamos discutir a educação por exemplos dos taxistas, o espaço cultural limitado em Salvador e muitas outras coisas mais engrandecedoras aos soteropolitanos.

Será que as pessoas não estão olhando pro lado?ou preferem fingir que não estão vendo os taxistas desviarem quando acena um passageiro cadeirante?

Ok. vou respeitar quem prefere forma e não conteúdo.

Quando o assunto for algo que transforme o homem me chamem a discussão.

Ed Moraes

aeronauta disse...

Que linda a sua presença no meu blogue! Obrigada. Voltarei aqui. Abraços.

maria guimarães sampaio disse...

Edu,estou colocando no meu e no seu:
Edu, embora não tenha uma vivência semelhante à sua eu sei bem do que você fala. "eu adormeci pensando em ti, eu acordei pensando em ti". Creio que estes blocos de notas virtuais têm sido bons para nós todos.Beijos de sua tia

Anônimo disse...

Oi Edu,

Você já votou? No site do Ministério Público há uma consulta pública sobre a retirada das pedrinhas, é bacana mostrar nossa opinião a respeito.
Também acho essas pedrinhas meio traiçoeiras, e na chuva é só escorregão... imagino que a manutenção das mesmas deva ser muito caro por isso também a troca, e afinal quem deve guardar a história da cidade são os museus... velho jargão mas que cabe como uma luva!
Os passeios devem sim se modernizar e atender as necessidades dos cidadãos.

Bjcas colors
Dani