segunda-feira, 15 de março de 2010

Resumo da semana - nono e penúltimo capítulo de Marmotas da Paixão

Dona Dega não sabe mais o que fazer com a sobrinha/neta Wilson, desaparecida a dois dias, depois da briga com Gôga. Esta chega a casa da senhora para tentar compreender o que levou a menina a dar aquele beijo que acabou definitivamente com a chance de engatar um relacionamento com Frederick. Dona Dega então revela a taxista o que talvez justificasse tanta maldade e irresponsabilidade de Wilson. Sua família era muito pobre no interior da Bahia, pai caminhoneiro, amor em cada posto e uma mãe aguentando o sofrimento de carregar mais de oito filhos nas costas. Um dia a mãe de Wilson decidiu distribuir os filhos entre os parentes e seguir o marido pelas estradas, para sustentar o casamento que já não ia bem das pernas. Wilson foi a escolhida pelas tias Deda e Dega por ser a caçula (2 anos), a mais bonita e engraçada. Viveu sem o convívio dos pais.

A vida no interior não mudava e Dona Deda se apaixonou pelo palhaço do circo que chegava anualmente naquelas bandas. Resumo da ópera: juntou os trapos em uma trouxa e levou Dega e Wilson consigo para São Paulo, onde o palhaço tinha residência fixa.

Dona Dega, ainda virgem, sonhava em casar, mas nunca encontrou nenhum rapaz ou senhor que a convidasse para um sorvete ou passeio no parque. Por isso, passou a vida se ocupando de Wilson que agora não conseguia retribuir todo esforço da velha.

- Ela tem dois dias que não aparece em casa, Gôga.

- Dois dias? Mas é o mesmo tempo que Luana está desaparecida. Será que as duas foram sequestradas juntas?

No meio desse diálogo a tv apresenta um plantão espetacular com a notícia de uma menina que havia sequestrado uma paraplégica e estava no parque aquático ameaçando jogar a cadeirante do tobogã caso esta não assumisse seu amor por ela.

- Mas Wilson, eu não gosto dessas coisas. Eu não gosto de você.

- Ah, não gosta não é? Então vai tomar um banho gostoso e aprender a voar agora.

- Não foi isso que eu quis dize, Wilson. Eu quero dizer que eu não amo você para ter um relacionamento. Somos amigas. Por favor, Wilson, não me jogue porque eu não sei nadar. Você vai me matar!

Gôga desesperada vendo aquela cena, decide correr até o parque para tentar ajudar a menina. Chegando lá a situação ainda estava complicada. Wilsona cada vez mais descontrolada.

- Wilson, desça aqui, por favor! Traga Luana, a menina não pode passar por essas coisas, Wilson. tenha consciência. Vim aqui para tentar te ajudar.

- Não gôga, você disse que não é mais minha amiga, que não me perdoa. Eu quero o amor de Luana.

- Amor não se conquista assim, Wilson, na marra, na obrigação. Deixe de loucura. Venha cá para conversarmos. Eu te perdôo, Wilson.

A menina parou, escutou aquele perdão e não conteve as lágrimas. Pulando de alegria ali em cima daquela tobogã, se desequilibrou e caiu junto com Luana, escorregando, escorregando, escorregando........... A polícia chegou atirando.

Gôga se desesperou ao ver sangue na piscina. pulou d eroupa e tudo para salvar as amigas. Entrou primeiro Luana desacordada, mas sem ferimentos. Tirou a menina da piscina e voltou para salvar Wilson que devia estar muito ferida. Pegou-a pelo braço, esforçando-se para levá-la a borda. Wilson tossia demais e chorava. Gôga gritava para a polícia ajudá-la.

- Irresponsáveis, vocês atiraram na menina. Ela não pode morrer, ela não pode morrer!!!

- Do que a senhora está falando.

- Que tipo de políca são vocês que saem atirando nas pessoas, sem dar chance de se defender? Olha quanto sangue na piscina!

- Polícia? A senhora está louca? Nós somos uma equipe do campeonato de caça aos pássaros silvestres de plástico e viemos capturar nosso bicho. Isso da piscina não é sangue verdadeiro, é sangue artificial. Nós não matamos nem mosca, minha senhora. Ao invés de nos condenar, vá cuidar da menina que deve ter bebido muita água.

A tv noticiou toda a confusão. Dona Dega em casa passava mal, enquanto o ruivinho preparava água com açúcar. A família de Luana chegava ao paruqe para pegar sua menina e Wilson....

- Ah Wilson, você não tem jeito! Dizia Gôga chorando, olhando para a menina.

7 comentários:

Gerana Damulakis disse...

E agora? Q será q irá acontecer no último capítulo?

Luli Facciolla disse...

Conta o final, vai!

Beijos

Chorik disse...

Pôxa, Edu, a família inteira foi para Sampa passar o final de semana e eu não consegui sair da cama. Desculpe o furo.

Mari Leite disse...

Gente!!! Por um instante achei que Wilson morria mesmo!!! hahaha

I.Moniz Pacheco disse...

Tchan,tchan, tchan,tchan...
e agora Wilson vai?

Chorik disse...

Todo mundo tem um pouco de Wilson, não tem não?

Ryta Castro disse...

Ninguém merece... depois de brigar muito com a Rede Globo o SBT vai comprar o direito de transmissão da novela e vai ser a única que fará sucesso. rrrssss