sábado, 17 de setembro de 2011

O dia para pensar nele

De repente me toquei do dia de hoje e ele me soprou saudade nas lambranças. É aniversário dele. Daquele velho amor. Dia de festejar....
de que maneira sem ele?

Um amor de se levar consigo para sempre, nas costas, no colo, dentro... daquele amor de sorrir, chorar, brigar, andar ao lado e saber eterno.

Hoje...

Hoje não tem festa, presente, brigadeiro, parabéns. Ele se foi há 10 anos e eu ainda querendo comemorar colorido o dia dele.

Vô, eu te amo! Parabéns!

2 comentários:

Chorik disse...

Que bonito, Edu!

CEM PALAVRAS disse...

Lindo Edu! Uma lembrança cheia de amor.
muitos beijos