quinta-feira, 5 de junho de 2008

Viva São João!!!!

detalhe de estandarte de São João produzido por Dinorah Oliveira

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO
autor: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago

Com a filha de João
Antônio ia se casar,
mas Pedro fugiu com a noiva
na hora de ir pro altar.

A fogueira está queimando,
o balão está subindo,
Antônio estava chorando
e Pedro estava fugindo.

E no fim dessa história,
ao apagar-se a fogueira,
João consolava Antônio,
que caiu na bebedeira.


PS: Confesso que na infância São João não era minha festa preferida, mas ultimamente, talvez por não ter estado muito nos festejos juninos por causa de viagens, tenho sentido uma alegria "fogueirando" meu coração quando se aproxima a época dessa festança gostosa. Gostosa mesmo, com tantos sabores, licores, amores de casamento na Roça, viveres....
Adoro essa música e tantas outras. Queria que a fogueira de São João clareasse as idéias de meu povo e como num pipocar de bombas o bem se fizesse vencer, assim como a lucidez da generosidade e respeito, a alegria de dançar a vida inteira com os irmãos.

2 comentários:

miro paternostro disse...

Eduquerido...emocionante seu texto sobr SJ. já eu quando era pequeno adorava, quadrilha, pintar bigode falso, dente preto, camisa quadriculada e remendo no jeans.
mas afora o figurino, eu achei que você foi mesmo ao fundo da questao. aqui nas oropa, o povo faz mil fogueiras no dia 21 de junho para celebrar a entrada do verao e da luz. seria tao bonito em sendo inverno nos trópicos brasileiros se, como você mesmo já falou e disse, as fogueiras podessem aquecer as almas e iluminar as mentes!
viva!

maria guimarães sampaio disse...

São João continua sendo a minha festa. Agora, mais! Mais um ano de vida. Lembram que em 2007 dia de São João quaje quaje a embolia pulmonar me levou? São João, Santo Antonio e São Pedro disseram que inda tenho muitcho qui fazer cá por baixo. Muitcha fogueira pra pular.
Beijo especiais, Edu, pelo texto comovente.